Imobiliária x Incorporadora: saiba as diferenças!

As incorporadoras e imobiliárias dividem um objetivo em comum: ajudar famílias a realizar o sonho de ter um imóvel para chamar de seu. Mas como eles fazem isso é outra história. Saiba agora as principais diferenças entre os dois tipos de empresa!

VIE VERT imobiliária

imobiliária é o contato entre o cliente e a construtora. O corretor de imóveis apresenta para o interessado uma carteira de opções para alugar ou comprar e ajuda a tirar todas as dúvidas sobre financiamento. É importante frisar: a imobiliária NÃO está envolvida com a construção do empreendimento. A Eduardo Feitosa presta consultoria referente às necessidades do comprador e faz a intermediação dos contratos entre clientes e construtoras. Além de, claro, conseguir os melhores descontos e ofertas para você.  No caso dos imóveis do Minha Casa Minha Vida, a Eduardo Feitosa vai além, garantindo que os clientes preencham todos os pré requisitos  da Caixa e fazendo a avaliação de crédito no ato, avaliando se o cliente tem direito ao programa através de seus rendimentos.

Já a construtora muitas vezes também é incorporadora, ou seja, participa de todas as etapas de criação e venda de um imóvel, desde as pesquisas de mercado e de endereço, passando pela construção e seguindo com a campanha de vendas. É a incorporadora que também registra o imóvel junto à prefeitura.

O cliente que comprar uma unidade do empreendimento em questão está adquirindo-o da incorporadora, ou seja, qualquer problema de descumprimento de contrato ela deve ser acionada.

Após formalizar o empreendimento junto ao cartório, a incorporadora contrata uma construtora para a execução da obra. A construtora tem uma única finalidade: construir o empreendimento. Normalmente a construtora é contratada pela incorporadora para executar as obras do projeto.

Em alguns casos a incorporadora também é construtora, ou seja, atuando nos dois papéis. É importante identificar os responsáveis por cada etapa do empreendimento. Assim é possível manter o seu cliente informado, evitando possíveis desconfortos no pós-venda, principalmente aqueles que são oriundos do descumprimento de cláusulas contratuais, atrasos da obra ou ainda problemas estruturais.

Fontes: Exame Online e Imobex

× Como posso te ajudar?
A casa é sua!